1974 - 1984

242

Em agosto de 1974, a Volvo apresentou uma nova geração de veículos, conhecidos como Série 240 e Série 260.

Esses novos modelos foram desenvolvidos a partir da série 140 e eram muito similares a seus antecessores. As mudanças incluíram uma nova dianteira, para-choques grandes e um chassi com itens adicionais desenvolvidos, apresentando um sistema de suspensão nas rodas dianteiras do tipo McPherson. Ao mesmo tempo, começou a ser utilizada uma nova série de motores de 4 cilindros, com um eixo de comando no cabeçote. A versão anterior de 4 cilindros continuou a ser oferecida, por algum tempo, em versões básicas.

Ainda havia uma grande demanda por veículos de duas portas, especialmente nos mercados nórdicos. Logo, parecia bastante natural incluir um duas portas no programa. Entretanto, à medida que a preferência passou a ser por carros de 4 portas, os 242 foram retirados da linha de produção bem antes dos 244 e dos 245.

Ao longo dos anos, o Volvo 242 foi fabricado com diferentes motores e caixas de câmbio.

As versões mais incríveis foram os modelos 242GT, introduzidos no final da década de 1970, e os 240 Turbo, comercializados na América do Norte nos anos de 1980, ambos oferecendo desempenho espetacular e fazendo jus ao clássico provérbio "lobo em pele de cordeiro".

Especificações Técnicas

Modelo: 242
Variantes: 242 GT
Período de fabricação: 1974-1984
Volume: 242.621
Carroceria: sedã, 2 portas.
Motor: OHV 4 cilindros em linha, OHC 4 cilindros em linha, OHC 4 cilindros em linha com turbocompressor.
Transmissão: manual de 4 velocidades ou 4 velocidades com overdrive elétrico, alavanca de câmbio montada no assoalho. Automática de 3 velocidades.
Freios: freios a disco hidráulicos nas quatro rodas.
Dimensões: comprimento total de 490 cm, distância entre eixos de 264 cm.
Misc.: Em 1985, o Volvo 242 venceu o Campeonato Europeu de Carros de Turismo.