Notícias e Eventos
  • A tradição Volvo em carrinhas tem 60 anos - Parabéns Volvo Duett, a primogénita da familia.

    02-09-2013
    Este mês celebramos os 60 anos da Volvo Duett – a primeira carrinha Volvo produzida em série e o ponto de partida para uma longa tradição, na marca sueca. Quando em 1944, o PV444 (em gíria conhecido como“o Marreco”) foi apresentado pela primeira vez poucos se atreveriam a imaginar que este automóvel iria transformar a Volvo de um pequeno fabricante de automóveis perdido na longinqua Suécia num respeitado “player” no mercado internacional dos automóveis. O PV444 entrou em produção em 1947. No pós guerra os automóveis versáteis com espaço e orientados para o trabalho começavam a ser uma necessidade premente numa sociedade e economia que se ergia das cinzas com pequenos e médios negócios que floresciam por todos os cantos da Europa. A Volvo não tinha nada a oferecer até então. O chassis base do PV444 teria que sofrer uma adaptação profunda para possibilitar a criação de uma versão comercial. Os trabalhos começaram no verão de ‘49. Ao resultado da transformação, semelhante em tamanho e preço, bem como na aparência, chamou-se PV445 e foi apresentado numa versão fechada e outra, pick-up. O pequeno motor 1.4 de 40 cavalos tinha poder suficiente para impulsionar o automóvel de forma eficiente em tráfego urbano. A sua potente aceleração fez as delicias dos condutores da altura embora o carro fosse algo barulhento e gastador em viagens mais longas. Em termos mecânicos e de equipamentos o PV445 era em tudo semelhante ao PV444 exceto para o eixo traseiro, que foi suspenso por duas molas semi-elípticas mais fortes e resistentes por forma a suportar cargas mais pesadas.
    Este mês celebramos os 60 anos da Volvo Duett – a primeira carrinha Volvo produzida em série e o ponto de partida para uma longa tradição, na marca sueca. Quando em 1944, o PV444 (em gíria conhecido como“o Marreco”) foi apresentado pela primeira vez poucos se atreveriam a imaginar que este automóvel iria transformar a Volvo de um pequeno fabricante de automóveis perdido na longinqua Suécia num respeitado “player” no mercado internacional dos automóveis. O PV444 entrou em produção em 1947. No pós guerra os automóveis versáteis com espaço e orientados para o trabalho começavam a ser uma necessidade premente numa sociedade e economia que se ergia das cinzas com pequenos e médios negócios que floresciam por todos os cantos da Europa. A Volvo não tinha nada a oferecer até então. O chassis base do PV444 teria que sofrer uma adaptação profunda para possibilitar a criação de uma versão comercial. Os trabalhos começaram no verão de ‘49. Ao resultado da transformação, semelhante em tamanho e preço, bem como na aparência, chamou-se PV445 e foi apresentado numa versão fechada e outra, pick-up.
    Anterior