Assistência em risco de colisão

Assistência em risco de colisãoA função não está disponível em todos os mercados.

Atualizado 5/16/2022

Assistência em risco de colisãoA função não está disponível em todos os mercados.

A assistência em risco de colisãoCollision Avoidance pode ajudar o motorista a evitar ou suavizar uma colisão com uma advertência, frenagem automática e assistência de direção.

P6-XC40BEV-Collision Avoidance

Som e símbolo de Advertência de colisão

Sinal sonoro em caso de risco de colisão
Símbolo de advertência diante de risco de colisão
Medição de distância com as unidades de câmera e de radar

Normalmente, o motorista e os passageiros não percebem o funcionamento da função - apenas em uma situação de quase colisão.

A função pode auxiliar o motorista a evitar colisões em situações de, por exemplo, condução em filas, onde as condições de trânsito combinadas com a desatenção podem provocar um acidente. A função ativa uma frenagem curta e potente, normalmente imobilizando o veículo precisamente atrás do veículo da frente.

A função está sempre ativada e não pode ser desativada.

Subfunções

A assistência em risco de colisão pode realizar as seguintes etapas se necessário:

  • Advertência de colisão
  • Frenagem assistida
  • Frenagem automática
  • Assistência de direção

Etapa 1 - Advertência de colisão

Se houver risco de colisão com um pedestre, ciclista, animal de grande porte ou veículo, a atenção do motorista será alertada por meio de avisos visuais, sonoros e de pulsação de frenagem. Em caso de frenagens ou acelerações bruscas, a pulsação de frenagem desaparece. A intensidade do impulso de frenagem varia com a velocidade do veículo.

Etapa 2 - Frenagem assistida

A frenagem assistida reforça a frenagem do motorista caso o sistema determine que a frenagem aplicada não seja suficiente para evitar uma colisão.

Etapa 3 - Frenagem automática

Se o motorista não iniciar uma manobra evasiva diante de um risco de colisão iminente, a função freio automático entra em ação - independentemente do motorista acionar ou não o freio. A frenagem é então executada com toda a capacidade de frenagem para reduzir a velocidade de colisão ou com capacidade de frenagem limitada, caso esta seja suficiente para evitar uma colisão.

O tensionador do cinto de segurança pode ser ativado em conexão com o engate da função de freio automático.

A função foi projetada para ser ativada o mais tarde possível para evitar ações desnecessárias. A frenagem automática só acontece após ou ao mesmo tempo que um aviso de colisão.

Quando a assistência de frenagem evita uma colisão com um objeto parado, o veículo permanece imobilizado aguardando uma ação do motorista. Se o veículo for frenado devido a um veículo em marcha lenta a velocidade é reduzida para a mesma velocidade que a do veículo que se encontra à frente.

Uma ação de frenagem em andamento pode ser sempre interrompida com uma pressão forte do motorista no pedal do acelerador.

Quando a função é ativada e os freios, as luzes de freio são ligadas. O visor do motorista mostra uma mensagem de texto informando que a função está ativa.

Aviso

A função não deve ser usado pelo motorista para alterar seu estilo de direção. O motorista não deve depender apenas da função e deixá-la realizar a frenagem.

Assistência de direção

A função pode ajudar o motorista a reduzir o risco de o veículo abandonar inadvertidamente a faixa de rodagem ou colidir com outro veículo ou obstáculo dirigindo ativamente o veículo para a faixa de rodagem ou desviando. A assistência de direção não ocorre em sequência, mas ocorre independentemente de quando outros elementos ocorrem.

Após uma atuação automática, o visor do motorista avisa com uma mensagem de texto.

Nota

O motorista é sempre responsável por decidir quanto o veículo deve esterçar. O veículo nunca pode assumir o comando.

Aviso

  • A função é um suporte ao motorista adicional e destinado a facilitar a condução, e a torná-la mais segura. A função não pode lidar com todas as situações em todas as condições de tráfego, clima e estrada.
  • O motorista deve ler todas as seções do manual de instruções relativas a esta função para aprender sobre fatores como limitações e o que o motorista deve saber antes de usar o sistema.
  • As funções de suporte ao motorista não substituem a atenção e o julgamento do motorista. O motorista é sempre responsável por garantir que o veículo seja dirigido de maneira segura, na velocidade adequada, com uma distância adequada até outros veículos e em conformidade com normas e regulamentações de trânsito atuais.

Isso ajudou?