1974 - 1984

242

Em agosto de 1974, a Volvo apresentou uma nova geração de carros a que chamou Série 240 e 260.

Estes novos modelos foram desenvolvidos a partir da série 140 e eram muito semelhantes aos seus predecessores. As alterações incluíam uma nova dianteira, para-choques grandes e um chassis mais desenvolvido, com um sistema de suspensão nas rodas dianteiras do tipo McPherson. Ao mesmo tempo, começou a ser utilizada uma nova série de motores de 4 cilindros com uma árvore de cames à cabeça. Durante algum tempo, a Volvo continuou a oferecer o anterior motor de 4 cilindros nas versões básicas.

Continuava a haver uma grande procura de carros de duas portas, especialmente nos mercados nórdicos, e era apenas natural incluir um carro de duas portas no programa. No entanto, à medida que a tendência mudava para os carros de 4 portas, os 242 já tinham deixado de ser produzidos muito antes dos 244 e dos 245.

Ao longo dos anos, o Volvo 242 foi produzido com diversos motores e caixas de velocidades diferentes.

As versões mais espetaculares foram o 242GT introduzido no final dos anos 70 e o 240 Turbo dos anos 80. Comercializados na América do Norte, ambos os carros ofereciam prestações espetaculares e correspondiam à letra ao provérbio clássico do "lobo com pele de cordeiro".

Especificações técnicas

Modelo: 242
Variantes: 242 GT
Produzido em: 1974-1984
Volume: 242 621
Carroçaria: Sedan de 2 portas
Motor: 4 cilindros, OHV em linha, 4 cilindros, OHC em linha, 4 cilindros, OHC em linha com turbocompressor.
Transmissão: Manual de 4 velocidades ou de 4 velocidades com overdrive elétrico, com a alavanca de velocidades montada no piso. Automática de 3 velocidades.
Travões: Hidráulicos de discos em todas as rodas.
Dimensões: Comprimento geral 490 cm, distância entre eixos 264 cm.
Diversos: Em 1985, o Volvo 242 venceu o Campeonato Europeu de Carros de Turismo.