1997-2013

C70 CABRIOLÉ/DESCAPOTÁVEL

A história dos cabriolés Volvo é tão antiga como o próprio carro Volvo. Em 1927, o primeiro carro era um carro aberto, o ÖV4. Durante os anos 30, foi construída uma série de cabriolés em diferentes chassis Volvo por construtores de automóveis especializados independentes. Em 1956-57, o famoso Volvo Sport (P1900) foi produzido num número bastante limitado de 67 unidades, dos quais a maior parte foi preservada até aos dias de hoje.

Muitos foram surpreendidos quando o C70 Convertible foi apresentado, em 1997, pois este foi, de longe, o carro mais exclusivo e mais dispendioso que comporta o símbolo da Volvo até então.

No entanto, o C70 Convertible estava longe de ser apenas bonito. Primeiro e acima de tudo era um carro de condução emocionante, com quase as mesmas características de comportamento em estrada que o C70 Coupé e com velocidades de ponta e aceleração que estavam muito além dos valores obtidos pela maioria dos chamados "carros desportivos".

Há muito que a Volvo hesitava em construir um carro aberto, por razões de segurança. Mas, graças à inovação do sistema Volvo ROPS (Roll Over Protection System), a segurança estava integrada mesmo que o carro aberto se virasse ao contrário, graças a uma barra de proteção em caso capotamento automática que seria acionada em caso de acidente.

O Volvo C70 Convertible foi o primeiro e o mais notável, concebido especialmente para o mercado norte-americano, mas o Volvo aberto tornou-se popular em vários outros mercados com um clima favorável aos carros abertos.

Especificações técnicas

Modelo: Volvo C70 Cabriolé/Descapotável

Produzido em: 1997-2013

Volume: Produção em curso
Carroçaria: Descapotável de 2 portas
Motor: 5 cilindros em linha DOHC, 1984, 2319, 2435,
Transmissão: 5 velocidades, automática de 5 velocidades
Travões: Hidráulicos, travão de disco nas quatro rodas
Dimensões: Comprimento geral 472 cm, distância entre eixos 266 cm