Minimalista, transparente e elegante, o primeiro relógio do departamento de design da Volvo Cars é um exemplo do design clássico escandinavo.

Setembro de 2017

Tal como um automóvel, um relógio tem tanto de peça de engenharia como de design. “Não podes apenas desenhá-lo”, afirma Peter Hillinge, designer da Volvo Cars responsável pela criação do primeiro relógio da marca. “Em vez disso, um relógio é primeiro construído e depois desenhado. É preciso construí-lo por camadas, dependendo do movimento que temos no interior e a forma como a correia se deverá ligar ao relógio. São estas coisas que realmente definem como é feito e a sua aparência.”

Foi este o ponto de partida de trabalho para a equipa de design da Volvo Cars. Em contraste com uma recente tendência para faces muito grandes, o Vice-presidente de Design na Volvo Cars, Thomas Ingenlath – um ávido colecionador de relógios – pretendia um mostrador pequeno para criar um relógio sofisticado. “Os relógios estão a ficar mais pequenos, não maiores”, afirma Petter. “Tinham crescido bastante, mas agora a tendência é o inverso, por isso quisemos criar algo mais leve e elegante.” Ingenlath pretendia também privilegiar os pormenores, mas sem complicar em demasia, e que o relógio fosse unissexo.

O resultado é um relógio que é claramente sueco – minimalista sem ser frio, com pormenores elegantes que não ofuscam o design. Um contraste arrojado entre a caixa, a face e os ponteiros desperta interesse sem criar conflito. Os pormenores são marcantes, para que possam ser reduzidos ao mínimo – outro elemento essencial do design escandinavo – por forma a criar um aspeto minimalista. Existe inclusivamente uma ligação direta à Volvo Cars de nova geração no padrão de diamante na coroa do relógio, que reflete a decoração da alavanca da caixa de velocidades nos automóveis 90.

“Os relógios estão a ficar mais pequenos, não maiores. Quisemos criar algo mais leve e elegante.”

PETTER HILLINGE

Volvo Cars Designer

Para reduzir o impacto da dimensão da caixa, a equipa de design acrescentou uma ligeira curva em torno da sua circunferência, que inflete o rebordo palpável da caixa ligeiramente para dentro. Olhando mais de perto podemos ver que os ponteiros apresentam um afunilamento muito ligeiro – um elemento do design clássico de relógios – que ajuda a tornar o mostrador mais leve.

As cores e os materiais naturais desempenham um papel crucial no design escandinavo. A correia é fabricada em couro sueco, curtido com recurso a um processo de tingimento vegetal. Sendo um processo mais suave do que o curtimento ao crómio, o tingimento vegetal cria um acabamento leve e natural que resiste de forma impecável ao passar dos anos e que irá criar uma pátina com um aspeto que muda conforme a forma como o relógio é usado.

“Criámos algo inconfundível, escandinavo e útil”, revela Petter sobre o resultado final do relógio. “É um produto bonito e que nos enche de orgulho.”