Estória 22 Falamos de ambiente. Um tema muito importante para a Volvo Cars. Em janeiro de 2018 a marca anunciou que a sua fábrica em Skövde, na Suécia, seria a primeira do grupo e uma das poucas na Europa, a atingir um impacto climático neutro das suas operações. Uma notícia relevante para a Volvo Cars, que já tinha anunciado que todas as suas operações a nível mundial teriam impacto neutro até 2025.

 

 

Estória 23 Em 2002, a Volvo Cars apresentou uma nova inovação: a proteção contra capotamento - Roll-Over Protection System (ROPS).

Neste ano lançámos o nosso primeiro SUV, o XC90, devido às características do automóvel, com um centro de gravidade mais elevado, o problema surgiu e foi abordado segundo duas perspetivas: melhorar a estabilidade com um sofisticado sistema eletrónico, o Roll Stability Control (Controlo de Estabilidade em caso de Capotamento), e, aperfeiçoar a estrutura de segurança do automóvel com aço boro, extremamente resistente, no tejadilho e pilares de suporte do mesmo. O sistema mostrou-se igualmente eficaz e foi aplicado no Volvo C70, o icónico coupé/cabrio da marca. 

 

 

Estória 24 Falamos de liderança, a histórica liderança de mercado que a Volvo Cars tem na Suécia. Sabia que, no seu país de origem, a Volvo já é líder há 62 anos?

Em 2019, a marca voltou uma vez mais a ser o número um no ranking de marcas mais vendidas, alcançou também uma quota de mercado próxima dos 20%. Os Volvo S60/V60 foram os modelos mais vendidos no país, em 2º lugar ficaram os S90/V90 e em 5º lugar o novo XC60. Recorde-se que, no seu primeiro ano de liderança (no final dos anos 50), a Volvo comercializava apenas 3 modelos – o PV444, substituído pelo 544, Amazon e Duett (na foto).

 

 

Estória 25 Ontem fizemos uma breve referência à carrinha Duett sobre a qual gostaríamos de falar hoje. Sabia que foi com este modelo que a Volvo começou a história das suas carrinhas? Lançada em 1953, a Duett foi apresentada como um “dois em um” – um modelo para trabalho e lazer. No pós guerra não havia dinheiro para dois automóveis no agregado familiar e a carrinha foi a resposta inteligente a este desafio. O modelo foi um verdadeiro sucesso tendo atingido mais de 6 milhões de unidades vendidas. A Duett foi um dos primeiros modelos da Volvo a ser exportado para os Estados Unidos e um dos mais apreciados de sempre que teve, em 1997, uma edição especial de selos na Suécia. Conheça outros modelos históricos aqui.

 

 

Estória 26 Destacamos um dos maiores fãs da Volvo, Irv Gordon. Falecido em 2018, passou grande parte da sua vida a fazer o que mais gostava – conduzir o seu Volvo P1800. Já conhece a sua história? Vale a pena ler: Irv Gordon comprou o seu Volvo 1800S em 1966 e imediatamente se apaixonou pelo seu novo automóvel. Simplesmente não era capaz de deixar de o guiar. O carro foi comprada numa 6ª feira e, logo na 2ª feira seguinte, Gordon estava à porta do seu concessionário para fazer a primeira revisão. Com um trajeto diário de 200km, uma dedicação à manutenção e uma paixão por conduzir, este professor de ciências celebrou em 1987 o seu primeiro milhão de milhas percorridas no Central Park, em Nova Iorque e, em 2002 celebrou em Times Square o segundo milhão, num evento que captou a atenção dos media internacionais. Irv Gordon detém o recorde mundial da maior distância percorrida por um único proprietário numa viatura não comercial. O recorde figura no Guinness Book of World Records. O seu Volvo ainda mantém o motor e a caixa de velocidades originais. A distância percorrida 5,15 milhões de kms é superior a 127 voltas ao Mundo ou 6 idas à Lua. Temos muito orgulho no feito de Irv Gordon que constitui o melhor testemunho da qualidade, longevidade e fiabilidade dos automóveis Volvo.

 

 

Estória 27 Todos sabem que, ao mudarmos de faixa de rodagem, uma breve falta de atenção pode ter consequências catastróficas se não detetarmos o outro automóvel no chamado “ângulo morto”. Por isso, decidimos que os nossos automóveis também iriam estar atentos a este problema. Em 2003 apresentámos o sistema BLIS - Blind Spot Information System. O sistema usava câmaras e radar para vigiar os veículos ao lado e mais à retaguarda. Quando um automóvel entrava na área do ângulo morto, era acesa uma luz de advertência próxima do retrovisor da porta, dando bastante tempo ao condutor para reagir. Hoje são muitos os automóveis que adotaram o sistema, decerto ao ultrapassar já reparou na luz que se acende no retrovisor desses automóveis… lembre-se da Volvo.

 

 

Estória 28 Falamos novamente sobre ambiente. Em 2018,  pela primeira vez na sua história, a Volvo introduziu a energia solar nas suas operações produtivas instalando 15.000 painéis na sua fábrica de Ghent, na Bélgica. Este foi mais um marco histórico na pretensão global de conseguir atingir, a partir de 2025, um impacto climático neutro do seu nível de operações mundiais. A unidade de Ghent utiliza também energia eólica capaz de fornecer, por si só, 11% do seu total. Em 2016, a fábrica introduziu também um sistema de aquecimento capaz de reduzir as emissões de carbono em 40% poupando assim 15.000 toneladas, por ano, de CO2. Desde 2008, que o fornecimento de eletricidade para todas as fábricas europeias da Volvo Cars provém de fontes renováveis.

 

 

Leia mais estórias