BLIS

CTA*

Atualizado 7/23/2018

A função BLIS CTA (Cross Traffic Alert) é um meio de auxílio ao condutor destinado a avisar para trânsito a cruzar na traseira do automóvel. O CTA é um complemento ao BLIS.

Activar/desactivar o CTA

O CTA é activado no arranque do motor, sendo a sua activação confirmada por um pisca nas luzes indicadoras do BLIS nos painéis das portas.

Ligar/Desligar os sensores da Assistência ao estacionamento e do CTA.

Ligar/Desligar os sensores da Assistência ao estacionamento e do CTA.

A função CTA pode ser desligada/activada separadamente com o botão Lig./Desl. da Assistência de estacionamento. As lâmpadas BLIS piscam uma vez na reactivação.

A função BLIS continua activada após o CTA ter sido desligado.

Aviso

O CTA é um meio auxiliar complementar e não funciona em todas as situações.

O CTA não é substituto de um modo de condução seguro e da utilização dos espelhos retrovisores.

O CTA nunca pode substituir a responsabilidade e a atenção do condutor - o condutor assume sempre a responsabilidade pela segurança de manobras de marcha-atrás.

Quando funciona o CTA

Princípio do CTA.

Princípio do CTA.

O CTA complementa a função BLIS detectando trânsito que se atravesse na traseira ao recuar, por exemplo: quando o automóvel faz marcha-atrás num estacionamento.

O CTA foi concebido para detectar principalmente veículos - em condições favoráveis podem também ser detectados objectos mais pequenos, como bicicletas e peões.

O CTA está activo apenas na marcha-atrás e activa-se automaticamente quando a posição marcha-atrás da caixa de velocidades é engatada.

  • Um sinal acústico avisa quando o CTA detecta algo que se aproxime pela lateral - o som é emitido pelo altifalante esquerdo ou direito dependendo do lado por onde se aproxima o objecto.
  • O CTA também avisa acendendo as lâmpadas BLIS.
  • Aparece também um aviso com um ícone aceso no gráfico PAS, do ecrã.

Limitações

O CTA não funciona de forma ideal em todas as situações e possui algumas limitações - por exemplo: os sensores CTA não conseguem "ver" através de outros veículos estacionados ou objectos.

Seguem-se alguns exemplos em que o "campo de visão" do CTA pode ficar limitado não permitindo a detecção da aproximação de outros veículos até que eles fiquem demasiado próximos:

O automóvel está demasiado inserido num local de estacionamento.

O automóvel está demasiado inserido num local de estacionamento.

Sector cego do CTA.
Sector em que o CTA pode detectar/"ver".
Num local de estacionamento inclinado o CTA pode ficar completamente

Num local de estacionamento inclinado o CTA pode ficar completamente "cego" em relação a um lado.

No entanto, quando o veículo recua lentamente, o ângulo em relação ao automóvel/objecto que se encontra em obstrução altera-se, diminuindo rapidamente o sector cego.

Exemplos de outras limitações:

  • Sujidade, gelo ou neve sobre os sensores podem reduzir as funções e impossibilitar avisos. O CTA não consegue detectar estas situações.
  • O CTA é desactivado quando se conecta um atrelado ao sistema eléctrico do automóvel.

Importante

A reparação dos componentes das funções BLIS e CTA e a pintura do pára-choques apenas podem ser executadas numa oficina - recomenda-se uma oficina autorizada Volvo.

Manutenção

Os sensores das funções BLIS e CTA encontram-se em cada canto do guarda-lamas/pára-choques.

Mantenha estas superfícies limpas - mesmo no lado esquerdo.

Mantenha estas superfícies limpas - mesmo no lado esquerdo.

  • Para o funcionamento ideal é importante que as superfícies em frente aos sensores sejam mantidas limpas.
  • Não coloque qualquer objecto, fita ou autocolante nas superfícies dos sensores.

Isso ajudou?